segunda-feira, 31 de março de 2014

Porque falamos sério! VIII


EU GOSTO DE GIRASSÓIS E VOCÊ?!*

Certa vez conversando com uma mulher com mais de 40 anos e ainda sem filhos, a ouvi falar sobre seu desejo de ser mãe e do medo de nunca o conseguir ser, já que em poucos anos não poderia mais gerar um filho.

Solícito, argumentei que ela poderia adotar, congelar os óvulos e usar uma barriga de aluguel. E ela disse que não queria, que pra ser mãe precisava gerar em seu próprio ventre.

E vi então que muita infelicidade vem da nossa dificuldade em entrar em contato com a essência do que realmente queremos.

Ser mãe não implica em gerar uma criança em seu ventre. 
Ter uma família não implica em ter um cônjuge e filhos.
Ser bem sucedido não implica em possuir bens materiais de grande valor.

Você pode vivenciar o "ser mãe" com sobrinhos, filhos de amigos...
Você pode ter o sentimento de família com seus amigos, seus cachorros ou até mesmo seu trabalho.
Você pode ser bem sucedido morando de aluguel.

Não tente se adequar ao comum e ordinário. Faça suas escolhas significativas à você!


(*) prefiro os girassóis porque eles me fazem sorrir na sua simplicidade despretensiosa...

5 comentários:

Will Randal disse...

Caramba esses textos abordam questões incríveis!

Will Randal disse...

Caramba esses textos abordam questões incríveis!

Anônimo disse...

Cada vez melhor! Parabéns pelos textos, pelos temas abordados e pelas reflexões....

Carolynna disse...

Adorei o texto.
A felicidade geralmente emperra na escolha de qual caminho seguir. As vezes esquecemos que precisamos nos resolver primeiro e só depois buscar nas outras coisas.

Ro Fers disse...

Concordo plenamente com seu ponto de vista....

 
Real Time Analytics